Ambition

(eternity, by bloodylies, deviantart.com)



Mais um dia que passou, e eu aqui sozinho neste meu espaço cheio de nada, sem a única força que me faz querer acordar para a vida... Sem ti, meu amor.

A solidão jamais me afectara de uma forma tão atroz, tão insuportável como agora. Dou por mim a fechar os olhos, e a desejar em silêncio que o tempo volte para trás, e te devolva aos meus braços... É estranho, o amor... Transformaste uma alma perdida num ser esperançado em algo que, apesar de difícil, acredita agora ser possível alcançar... O coração que desde o verão se encontrava (quase irremediavelmente) morto, voltou a bater - da forma mais surpreendente que se possa imaginar, diga-se.

Espero agora que, para variar, as coisas resultem... Em breve voltaremos a estar juntos, pequenina.

Nevermind the darkness... Will show you the true happiness very, very soon. Love ya'...

1 comentário:

kika disse...

Desde que me sei tua que as razões para sorrir são mais que muitas.
A ambição, como a defines, se eu ta dou agarra-a, agrada-me saber que tudo isto te faz tão bem a ti como a mim.

Amo-te mais que tudo como me amas a mim.