Cogitações de uma mente distorcida

"The weakness of hope is the strenght of decline"...
Fazer disto um lema de vida é fácil. Difícil é resistir a isso... No meu caso, o processo de decadência já foi iniciado há bastante tempo. A força da esperança foi tantas vezes vencida pelo poder das inúmeras adversidades que já quase não existe...
Justificações são muitas, as de sempre, e mais algumas. But... Who cares? Já houve quem quisesse saber, ou pelo menos, já houve quem me tenha convencido disso. No entanto, a efemeridade das coisas boas que acontecem na minha vida é directamente proporcional à minha habilidade excepcional para acabar com elas.
Se eu acreditasse nessas coisas diria que é uma maldição, mas como não acredito, não encontrei ainda uma explicação. Estarei eu a ficar louco?

2 comentários:

Morgaine disse...

Não, a sanidade visita-te agora. A inevitabilidade de nós e do sofrimento que nos consome é uma dolorosa sabedoria.
But... Who cares?

Lord of Erewhon disse...

Não, não está a ficar louco... pelo menos não mais...