Cântico (que não vai ser mais) Negro

Às vezes é difícil escrever algo que ao mesmo tempo consiga ser profundo e acessível... Para ti que já mudaste a minha vida, fica apenas a constatação desse mesmo facto, que por si só já diz muita coisa, se atendermos às condicionantes que existem e às limitações próprias da história que ainda agora começou. Espero que para variar, nas nossas vidas turbulentas, esta seja uma história com final feliz. E como não sou muito de lamechismos, deixo-te aqui o meu poema favorito, esse que ouviste magistralmente interpretado pela voz de uma grande banda portuguesa...



«"Vem por aqui" - dizem-me alguns com olhos doces,
Estendendo-me os braços, e seguros
De que seria bom se eu os ouvisse
Quando me dizem: "vem por aqui"!
Eu olho-os com olhos lassos,
(Ha, nos meus olhos, ironias e cansaços)
E cruzo os braços,
E nunca vou por ali...

A minha glória é esta:
Criar desumanidade!
Não acompanhar ninguem.
Que eu vivo com o mesmo sem-vontade
Com que rasguei o ventre a minha mae.

Não, não vou por ai! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos...

Se ao que busco saber nenhum de vos responde,
Por que me repetis: "vem por aqui"?
Prefiro escorregar nos becos lamacentos,
Redemoinhar aos ventos,
Como farrapos, arrastar os pes sangrentos,
A ir por aí...

Se vim ao mundo, foi
Só para desflorar florestas virgens,
E desenhar meus próprios pes na areia inexplorada!
O mais que faço não vale nada.

Como, pois, sereis vos
Que me dareis machados, ferramentas, e coragem
Para eu derrubar os meus obstáculos?...
Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avos,
E vos amais o que é fácil!
Eu amo o Longe e a Miragem,
Amo os abismos, as torrentes, os desertos...

Ide! tendes estradas,
Tendes jardins, tendes canteiros,
Tendes pátrias, tendes tectos,
E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sabios.
Eu tenho a minha Loucura!

Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,
E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios...

Deus e o Diabo é que me guiam, mais ninguem.
Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;
Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.

Ah, que ninguem me dê piedosas intenções!
Ninguem me peça definições!
Ninguem me diga: "vem por aqui"!
A minha vida é um vendaval que se soltou.
É uma onda que se alevantou.
É um atomo a mais que se animou...
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou,
Sei que não vou por ai.»

(José Régio)

6 comentários:

*kika* disse...

Estranhamente os sentimentos devem fluir de umas pessoas para as outras e eu acho que estou a ficar contagiada! ;)

Beijinhos fofos

superstar disse...

just a good life

Lord of Erewhon disse...

Boa introdução a um grande poema!

SyL disse...

Um excelente poema, com o qual sempre me identifico, pela força com que o magnífico José Régio defende as linhas da sua alma, indiferente às ideias de outrem a seu ver tortuosas. É bom saber dizer "So vou por onde
me levam meus proprios passos" e rir, com glória e orgulho, dos olhares baixos de todos esses tiranos e manipuladores fracassados das suas intenções hediondas.

Nick disse...

Young man! Be a good boy now and remember you are 21 yrs old; when you know what you are talking about, then be my guest and speak; until you do, remember that whatever you say in public can be used against you. If you don't believe me, go to the nearest Portuguese Police Officer and ask him! Now run along and be a nicer boy than you have been. Ciao pal

gravepisser disse...

*To "Nick"*

I don't know who the fuck you are, or who the fuck you think you are. But I'm sure, old man, that you don't know with who the fuck you're talkin' with. I'm not a clown, I'm not a freak, I'm not one of your sex toys. I'm a simple guy with enought intelligence to know simple things in this life. One of them? You're a big looser! While you use Internet as the only way to satisfact your pervertions, I, the "young boy", don't need suck a thing. Because I don't have any sick pervertion, because I don't need to know people on the internet to get a date. So, if you got any problem, talk to me. I'm not afraid of you, don't talk me about law or "police officers". You can't even imagine how easy is, for me, know who you are, really, behind this "nick". Don't play with me, old man. I'm not "kIkA". And I'm smarter than you. If you don't understand portuguese, be my guest, use a translator and read with your own eyes, what "your" lady wrote to me. It's the first comment in this post. Then, GFY. Ciao!!!