Hyperborea

(Imagem: Link)


A mente esmorece, empobrecida pelas vivências decepcionantes, conversas dormentes de línguas apodrecidas pela ausência de mundo, em queda livre.

Convencei-vos de uma coisa: eu não sou luz, se algum dia me vistes como tal, pois decerto vistes mal ou não seria eu, com certeza.

Eu cá sou trevas desde sempre. E por mais que vos esforceis, tentando impingir-me humanidade, jamais conseguireis fazer sair da toca, o animal ferido e ensanguentado que se esconde de vós em mim, porque pode, porque quer!

E ainda que o sonho me transportasse até à ilha da eterna utopia, onde nunca escurece e as pessoas vivem mais de mil anos, acreditem: transformá-la-ia em pesadelo, matar-lhe-ia os sóis, dizimar-lhe-ia, impiedosamente, todas as esperanças - ou não fosse eu a personificação de todo o mal, a causa de todas as desgraças, e o motivo de todos as lágrimas.

E quanto mais morrerdes em mim, maior será o impacto no mundo, de todas as fúrias que me consomem: por não poder salvar-vos do sufoco a vós imposto, aquando da minha criação...

...I wonder how death shall ever set me free, when there's even in this darkness no place for us to be...

2 comentários:

Pandora disse...

Por acaso não me importava de visitar a Hiperbórea…mas como pertence às fantasmagorias mitológicas vou-me contentando com este mundo em que vivemos…

...Eu sei que está longe de ser o paraíso, mas é a ele que pertencemos e é nele que temos de ser felizes…as coisas nem sempre são tão más como parecem, por muito “feridos e ensanguentados” que estejamos há sempre algo de bom.

...A vida é bela…tem dias é certo! Mas se nos continuamos a agarrar às coisas negativas dificilmente conseguimos enxergar as coisas positivas…

…fico a torcer para que se algum dia em sonhos visitares essa bendita “ilha da eterna utopia” bebas muito da sua luz…

Um bom dia ;)
Bjitos

Pandora 2009

MA-S disse...

Seu animal "ferido e ensanguentado"...deixa-te cuidar, pois não há necessidade de estares assim.
O mundo feriu-te, mas como animal "furioso" que és, de certo sobrevirás à adversidade...