My Apocalypse



Sudden implosion of silenced emotions
Buried beneath a scarred heart for too long
Delusions of hope fading away
Dying like leaves on frozen soil


My apocalypse is near
I can feel the end... Coming here

Neglecting existence, repulse and repent
An endless journey into the morbid
Whispering voices distorting all senses
Buried beneath a scattered heart for all too long

My apocalypse is near
I can feel the end... Coming here

The bitter taste of a dying dream
Shine the light on our shadows and illusions...

3 comentários:

Kika disse...

Letra forte.

São estas pequenas criações que às vezes nos dão voz....

Não deixes que te consigam dominar, somos feitos de apocalipses por dentro, que apenas nós conseguimos domar.

Um Beijo

António João Mito disse...

Estamos deveras em decadência.. uns perdidos na dor de sonhar, outros na ataraxia do existir.
Em ambos e em qualquer caso, fugindo de nós mesmos.. sempre sem conseguir regressar.

Joana Lima disse...

Dolorosamente bonito.
Um beijo